Um homem tentou assassinar uma prostituta e foi preso

Colômbia-

Indivíduo foi preso após agredir prostituta da comunidade LGTBI em situação de vulnerabilidade

Em La Perla del Otún, como é conhecida a cidade de Pereira, na Colômbia, no último sábado, 14 de janeiro, em um episódio dramático na Carrera 10 e Calle 23, a polícia interveio em uma altercação que resultou na prisão de Carlos Arturo Pinzón, 50 anos. Os agentes, realizando um patrulhamento de rotina, responderam a gritos vindos de um apartamento, descobrindo uma situação de agressão a uma mulher, aparentemente uma profissional do sexo da comunidade LGTBI.

Ao não receberem resposta após baterem e exigirem a abertura da porta, os agentes decidiram entrar no local, encontrando Carlos Arturo subjugando uma mulher nua.

Na presença da polícia, Pinzón sacou uma arma de fogo e apontou-a para os policiais uniformizados. Numa ação corajosa, um patrulheiro lançou-se sobre ele para subjugá-lo e desarmá-lo, conseguindo apreender uma pistola de fabricação industrial, cujo calibre não foi especificado.

As autoridades determinaram que Carlos Arturo Pinzón não possuía a autorização necessária para portar ou possuir armas de fogo. O Ministério Público acusou-o dos crimes de falsificação de documento pessoal e posse ilegal de armas.

Embora o arguido não tenha admitido as acusações, foi solicitada uma ordem de restrição. Surpreendentemente, o juiz de controle de garantias concedeu a prisão domiciliar apesar dos antecedentes e da gravidade dos acontecimentos.

É relevante ressaltar que o investigado, com histórico de rebelião e porte ilegal de arma de fogo, está desmobilizado dos grupos de autodefesa.

0

Publication author

offline 2 horas

MAJOR

2 471
💀Nosso sorriso para os invejosos funciona como o brilho do sol para um vampiro. Acaba com a vida deles.
Comments: 18Publics: 2610Registration: 14-07-2022
Subscribe
Notify of
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments