Luta de gangues em presídio do Equador deixa 15 mortos

Um confronto entre prisioneiros em uma das maiores prisões do Equador – em Latacunga – deixou pelo menos 15 presos mortos, informaram as autoridades.

A agência nacional de prisões Snai disse que os prisioneiros lutaram com armas e facas, antes que os guardas conseguissem recuperar o controle. Fica a 80 km (50 milhas) ao sul da capital Quito.

O Equador teve uma série de confrontos mortais entre gangues de traficantes nas prisões.

A agência de notícias Efe diz que mais de 400 morreram nesses confrontos desde 2020.

A mídia equatoriana informa que os mortos no confronto na prisão de Cotopaxi em Latacunga incluíam um suposto chefe de uma gangue de drogas, Leandro Norero. Ele foi preso em maio por acusações de lavagem de dinheiro.

A violência eclodiu após um censo de prisioneiros. Ele veio logo depois que especialistas em prevenção de tortura da ONU visitaram o Equador para avaliar seus esforços para conter a violência nas prisões.

Em abril, o presidente do Equador, Guillermo Lasso, declarou estado de emergência em três províncias para conter a violência relacionada a gangues ligada ao narcotráfico. Uma emergência semelhante foi declarada no ano passado.

As guerras de território entre gangues equatorianas que lutam pelo controle de lucrativas redes de cocaína colocaram uma enorme pressão sobre o sistema prisional superlotado e com poucos recursos.

O pior confronto na prisão ocorreu na cidade portuária de Guayaquil em setembro do ano passado, quando mais de 120 presos morreram.

No ano passado, a polícia do Equador apreendeu um recorde de 190 toneladas de drogas, principalmente cocaína.


0

Publication author

MAJOR 506
💀Nosso sorriso para os invejosos funciona como o brilho do sol para um vampiro. Acaba com a vida deles.
Comments: 8Publics: 762Registration: 14-07-2022
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments