homem é executado esquartejado e enterrado em cova rasa no Nova Cidade

O corpo de um homem identificado apenas como “Emerson”, foi encontrado nesta quarta-feira (24), em uma cova rasa em um terreno baldio na Comunidade Raio do Sol, bairro do Nova Cidade, zona Norte da capital.

De acordo com informações repassadas pela polícia militar que esteve no local, a vítima foi morta e esquartejada no “tribunal do crime”, no início de janeiro deste ano, quando foi capturado acusado de fazer parte de uma facção rival.

Um dos homens suspeitos de integrar a facção que matou a vítima, foi responsável por mostrar o local onde o corpo estava enterrado.

O homem foi torturado e ameaçado pelos criminosos para confessar que seria uma espécie de olheiro da facção rival. Um vídeo do homem sendo torturado foi disponibilizado pelos criminosos nas redes sociais.

(Atualização)Cabelinho é preso por sequestro, homicídio e ocultação de cadáver na zona Norte de Manaus

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), prendeu, na quarta-feira (24), Washington Carlos da Silva Cunha, de 23 anos, conhecido como “Cabelinho” ou “Sequestro”, por homicídio qualificado e ocultação de cadáver de Hemerson da Silva Brito, que tinha 33 anos, ocorridos no dia 12 de janeiro deste ano, na comunidade Raio de Sol, bairro Nova Cidade, zona Norte de Manaus. O infrator também foi autuado por posse irregular de munição.

Conforme a delegada Deborah Barreiros, adjunta da DEHS, inicialmente o caso foi dado como desaparecimento. No entanto, familiares de Hemerson informaram que estavam recebendo pedidos de transferências bancárias via Pix, do próprio aparelho celular da vítima. Diante disso, as investigações iniciaram para identificar a pessoa que estava solicitando os valores.

“Conseguimos identificar o endereço do aparelho celular que estava pedindo os valores, sendo assim, representei à Justiça por um mandado de busca e apreensão para o imóvel. Com a ordem judicial decretada, fomos ao local e encontramos uma senhora, que não sabia que sua conta bancária estava sendo utilizada”, detalhou a delegada.

Segundo Deborah, a mulher então questionou a filha, e esta confessou que passou os dados bancários para o namorado Washington Carlos. De acordo com a delegada, os policiais foram ao endereço do indivíduo e apreenderam algumas munições. Ao ser questionado o motivo pelo qual estava pedindo dinheiro, acabou confessando ter participado do homicídio de Hemerson, apontando o local onde o corpo da vítima estava enterrado.

“Fomos ao local e encontramos a terra remexida. A partir disso foi acionado o apoio do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM) para ajudar escavar a cova onde encontramos o corpo da vítima. Washington foi trazido para a delegacia para prestar esclarecimentos, e ao ser ouvido, confessou sua participação na ação criminosa”, salientou a delegada.

De acordo com a autoridade policial, as investigações apontam que a principal motivação do crime é a guerra entre grupos criminosos rivais daquela localidade. As diligências em torno do caso seguirão para localizar os outros possíveis envolvidos.


0

Publication author

offline 3 horas

MAJOR

2 471
💀Nosso sorriso para os invejosos funciona como o brilho do sol para um vampiro. Acaba com a vida deles.
Comments: 18Publics: 2607Registration: 14-07-2022
Subscribe
Notify of
guest

1 Comentário
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Andrei Seixas

Só gente bonita e estudada. Bando de ignorantes,deviam morrer e todos logo.

0