Guerra por território entre traficantes e milicianos no RJ deixa dois mortos

A madrugada desta quinta (25) na zona oeste do Rio de Janeiro foi marcada por tiroteios entre milicianos e traficantes que disputam o controle da região. Dois suspeitos morreram, um morador foi baleado, e uma van foi incendiada.

A Polícia Militar reforçou o policiamento na região. A Polícia Civil realizou a prisão de um homem que foi indiciado pelo homicídio de um gerente de churrascaria, em outubro. Esse suspeito seria integrante do Comando Vermelho.

Segundo informações de investigadores, desde que milicianos foram expulsos por integrantes do tráfico na zona oeste, em março de 2023, o clima é de tensão na região que engloba as comunidades da Gardênia Azul e Rio das Pedras -distante uma da outra cerca de cinco quilômetros.

Ainda de acordo com a polícia, há exatamente um ano a Gardênia Azul era controlada por milicianos ligados a Luis Antonio da Silva Braga, o Zinho. Mas, por disputas internas, os líderes da milícia local passaram para o tráfico.

A guerra desta madrugada marcaria também o aniversário de Edgar Alves, o Doca, apontado como um dos principais líderes do Comando Vermelho e que teria planos de expandir o tráfico até Rio das Pedras, berço da milícia no Rio.

Ainda de acordo com a polícia, milicianos de Rio das Pedras, por sua vez, realizaram uma aliança com a facção de drogas TCP (Terceiro Comando Puro). O tráfico conta com reforços da Rocinha, na zona sul, e dos complexos do Alemão e da Penha, na zona norte.

Na quarta (24), informações de inteligência apontam que milicianos de Rio das Pedras foram até a Gardênia e mataram a tiros dois homens suspeitos de integrarem o tráfico de drogas. Traficantes, então, revidaram e foram até a Gardênia, na madrugada, onde ocorreram novos tiroteios.

Neste revide do tráfico, um morador foi baleado e uma van foi incendiada. A polícia tem a informação de que três envolvidos com o tráfico teriam sido mortos em Rio das Pedras, mas os corpos não foram localizados.

O morador foi baleado e socorrido para o hospital Lourenço Jorge e tem estado de saúde estável.

A Delegacia de Homicídios da Capital recebeu a informação de que um investigado estava participando da troca de tiros e enviou uma equipe ao local. Lá, localizaram um homem apontado como líder da Gardênia Azul. Ele foi preso.

De acordo com a investigação, ele teria participado, em outubro de 2023, do homicídio de Elson Ferreira de Almeida, gerente de uma churrascaria, que, segundo testemunhas, não teria se submetido a constrangimentos de traficantes.

Em nota, a Polícia Civil disse que “o autor, juntamente com outros membros do Comando Vermelho, teriam expulsado supostos membros da milícia que operavam na região, passando então a constranger todos os moradores a mostrarem seus celulares, correspondências, conversas, mídias etc. Também evidenciou-se que o autor determinava toques de recolher na região, fechamento de comércio e outras medidas, tudo sob emprego de violência armada e ameaças”.

Almeida teria se recusado a mostrar conversas pessoais do seu celular, sendo morto com tiros na porta de casa.

Ainda de acordo com a delegacia, “as apurações também demonstraram que o autor estaria em ascensão na organização criminosa, tendo recebido, recentemente, a missão de gerenciar o comércio de drogas na região de Angra dos Reis”.

Fonte: tim news

0

Publication author

offline 2 dias

BIZARRO

1 350
Bizarro é algo bom. O comum tem milhares de explicações. O bizarro dificilmente tem alguma.
Comments: 7Publics: 1685Registration: 03-09-2022
Subscribe
Notify of
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
caelzinntw

isso tá começando a acontecer na ZO… o tráfico está corrompendo esse país. Escrevendo esse comentário mesmo, escutei disparos… tá foda.

0