CLÃ DE CRIMINOSOS EXTERMINADO PELA POLICIA NO HAITI

Google tradutor…

No âmbito da operação da polícia e do pacote Koto na zona de Tibiwon ontem, domingo, 10 de dezembro, o chefe do pacote, Wadson Azor, disse que mais de dez membros de gangues morreram enquanto disparavam contra a polícia. Segundo o depoimento do comissário, o chefe da quadrilha atuava em Tiburon e teria morrido em decorrência dessa intervenção.

“Quando a batalha começou, contamos 17 feridos mortais, os combates continuaram e muitas pessoas caíram. Entregamos ao juiz de paz onde ocorreu o crime para fazer o que fosse necessário. Para o líder da gangue que lê “homem do machado” ou é a primeira pessoa que levou a bala, provavelmente já não está lá segundo as informações que temos”, foi o que disse o chefe do governo ao sublinhar que há nenhuma vítima do lado da polícia

Além disso, Wadson Azor deixou claro que agora prenderam 3 mulheres que estariam ligadas a esse grupo de gangues, e também mencionou que há várias meninas que estão procurando mais sobre elas para vomitar com elas. Aí está, durante a operação e explicou que conseguiram apreender diversas armas incluindo M4, 12, armas artesanais, etc.

Portanto, o Comissário governa e especifica uma operação que vem planejando desde primeiro de dezembro, quando mal tomou posse. Foi assim que disse que foi ele quem decidiu realizar a operação no dia 10 de dezembro de forma simbólica para dar à população de Tibiwon, Koto e arredores uma folga das gangues que estavam sob os pés dos seus direitos humanos.

0

Publication author

offline 14 horas

BIZARRO

1 144
Bizarro é algo bom. O comum tem milhares de explicações. O bizarro dificilmente tem alguma.
Comments: 7Publics: 1590Registration: 03-09-2022
Subscribe
Notify of
guest

2 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
gore48cd

é isso que os direitos humanos odeia, ver bandido sendo morto, enquanto tiver morrendo gente inocente, pra eles tá tudo bem

0
The killer

Direitos humanos é isso aí,tudo farinha do mesmo saco, espero que todos morram.

0