Cartel interrogando e executando uma prostituta com tiro na cabeça no México

Uma mulher solitária aparece no filme na calada da noite em uma área isolada fora da cidade. Ela está sentada no chão com as pernas cruzadas no terreno rural. Suas mãos e campo de visão estão cobertos com fita adesiva cinza.

O brilho intenso de vários holofotes ilumina o ambiente desolado. Um homem desconhecido com uma voz autoritária irá questioná-la antes que ela deixe este mundo abruptamente.

A tradução do vídeo é a seguinte:

Sicário: Qual é o seu nome?

Cativa: Maria Jorgina Gomez Coronado.

Sicário: Quantos anos você tem?

Cativo: 29.

Sicário: Onde você mora?

Cativo: 415 Guadalupe Perez Interior.

Sicario: Qual é a razão pela qual você está aqui?

Cativa: Eu estava me prostituindo com a Força Civil.

Sicário: Diga-me o nome do local onde você deu informações à Força Civil?

Cativo: Aconteceu no cemitério comunitário Hacienda Larraldeña.

Sicário: Dê-me os nomes dos policiais da Força Civil com quem você faria sexo e daria informações.

Cativos: Angel Mario Torres, José Antonio de la Cruz e Alfredo Gonzalez Izairi.

Sicario: Com que frequência você iria vê-los?

Cativo: A cada 3 dias ou toda semana.

Sicário: Quem mais além de você a Força Civil também viu?

Cativa: outras 4 mulheres.

Sicario: Quanto todo mundo estava sendo pago pelo sexo e pela informação?

Cativo: Qualquer coisa entre 1.500 e 2.000 pesos.

0

Publication author

offline 11 horas

MAJOR

2 561
💀Nosso sorriso para os invejosos funciona como o brilho do sol para um vampiro. Acaba com a vida deles.
Comments: 18Publics: 2748Registration: 14-07-2022
Subscribe
Notify of
guest

2 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
gore48cd

as gp nem pode dar em paz, a coisa tá séria na terra do chavinho

0
zezinho

na cabecinha

0