Mortos em atentado à mesquita de Cabul no Afeganistão

Pelo menos 21 pessoas morreram e outras 33 ficaram feridas após um atentado a bomba em uma mesquita na capital afegã, Cabul, durante as orações da noite de quarta-feira, segundo a polícia.

“Ontem ocorreu uma explosão em uma mesquita… durante as orações da noite. Como resultado, 21 de nossos cidadãos foram martirizados e 33 ficaram feridos”, disse o porta-voz da polícia de Cabul, Khalid Zadran, em comunicado na quinta-feira.

O porta-voz do governo talibã, Zabihullah Mujahid, confirmou anteriormente que havia mortos e feridos, mas não especificou quantos.

Não houve reivindicação imediata de responsabilidade pela explosão e as autoridades não atribuíram a culpa publicamente.

“Os assassinos de civis e perpetradores … em breve serão punidos por seus crimes”, escreveu ele no Twitter.

O diretor da Emergency no Afeganistão, uma ONG italiana que oferece assistência médica gratuita em Cabul, disse à Al Jazeera que seu hospital recebeu 35 pacientes feridos na explosão; dois morreram na chegada, um morreu no pronto-socorro, oito receberam tratamento e receberam alta posteriormente, enquanto 24 permanecem internados.

“As lesões são principalmente devido à [bomba] e queimaduras após a explosão. Nove pacientes têm menos de 18 anos e uma criança tem sete anos”, disse Stefano Sozza.

“O hospital agora está bastante cheio – temos apenas oito leitos livres e estamos ficando sem capacidade, infelizmente.”

Tesstemunhas disseram às agências de notícias que a poderosa explosão atingiu a mesquita Siddiquiya, no bairro de Khair Khana, no norte de Cabul, quebrando janelas em prédios próximos.

Um morador disse à Associated Press que o imã da mesquita, nomeado pela testemunha como mulá Amir Mohammad Kabuli, estava entre os mortos.

A testemunha falou sob condição de anonimato porque não estava autorizada a falar com a mídia.

Equipes de inteligência estavam no local da explosão e as investigações continuavam.

Apesar da afirmação do Talibã de que eles trouxeram segurança para a nação, o Afeganistão tem visto ataques regulares de grupos armados, muitos deles reivindicados por uma afiliada do ISIL conhecida como Estado Islâmico na província de Khorasan, ISKP (ISIS-K) , nos últimos meses.

Na semana passada, um proeminente líder religioso do Taleban, Sheikh Rahimullah Haqqani, foi morto em um ataque a bomba em um seminário em Cabul, disseram autoridades do Taleban. O grupo armado ISIL (ISIS) reivindicou a responsabilidade pelo ataque.

Em junho, o ISKP assumiu a responsabilidade pelo ataque a um templo sikh em Cabul que matou duas pessoas.

O Talibã retomou o poder em agosto de 2021 durante a retirada caótica das forças da OTAN lideradas pelos Estados Unidos. Nenhum país ainda reconheceu o governo de fato do Talibã.


0

Publication author

offline 12 horas

MAJOR

MAJOR 228
💀Nosso sorriso para os invejosos funciona como o brilho do sol para um vampiro. Acaba com a vida deles.
Comments: 6Publics: 474Registration: 14-07-2022
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments