Casal é assassinado a tiros em veículo de aplicativo no bairro de Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus

Um casal foi executado a tiros dentro de um veículo de aplicativo, na noite do último domingo, 16, na Avenida Hilário Gurjão, bairro de Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus.

No mesmo veículo viajava um segundo casal, também no banco traseiro, que conseguiu fugir sem se ferir, apesar dos assassinos, dispararem tiros contra o mesmo.

A polícia identificou o homem executado com o nome de Ítalo Batista, 20, e a namorada dele, que estava em sua companhia até a manhã desta segunda-feira, estava identificada apenas com o nome de “Karina”.

O motorista do veículo de aplicativo confirmou que o casal era transportado por ele da frente de um shopping center situado no bairro da Cidade Nova, Zona Norte.

A corrida estava sendo finalizada no bairro de Jorge Teixeira, quando três homens desconhecidos desceram de um carro preto e começaram a atirar contra Ítalo, sua namorada e o outro casal que fugiu e escapou da morte.

Várias testemunhas do crime também relataram que os assassinos ainda chegaram a perseguir o outro casal, mas depois voltou para o carro usado no duplo homicídio e fugiram do local .

As investigações preliminares apontam que Ítalo tinha ligação com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) e que a facção criminosa Comando Vermelho, reivindica a autoria dos assassinatos, através de seus pistoleiros que se identificam como o “trem louco do CV/AM”

Após os assassinatos de Ítalo e da namorada, traficantes da área em que o casal foi executado, começaram uma demorada queima de fogos de artíficios como mostram alguns vídeos produzidos por populares e divulgados nas redes sociais.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) apura o crime seguindo a linha investigativa de que os assassinatos do homem e da namorada foi motivada por um acerto de contas entre facções criminosas que atuam na Zona Leste de Manaus.


0

Publication author

offline 2 dias

BIZARRO

BIZARRO 208
Bizarro é algo bom. O comum tem milhares de explicações. O bizarro dificilmente tem alguma.
Comments: 2Publics: 212Registration: 03-09-2022
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments