Mortes após terremotos na Turquia e na Síria passam de 3.800

Os terremotos que atingiram a Turquia e a Síria causaram a morte de pelo menos 3.830 pessoas e feriram mais de 18.000 nesta 2ª feira (6.fev.2023). Segundo o vice-presidente da Turquia, Fuat Oktay, morreram 2.379 nas províncias de Kahramanmaraş, Gaziantep, Şanlıurfa, Diyarbakır, Adana, Adıyaman, Osmaniye, Hatay, Kilis e Malatya. Outras 14.483 pessoas ficaram feridas.

Ao menos 1.451 já morreram na Síria e 3.531 se feriram. As informações são do portal de notícias CNN. Os números contabilizados pelo Ministério da Saúde do país e divulgados pela agência local Sana indicam 711 mortos nas regiões de Lattakia, Aleppo, Hama e Tartous. Além disso, são contabilizados outros 740 mortos em áreas controladas pelo oposição, segundo o grupo “Capacetes Brancos”, um coletivo de socorristas voluntários. A discrepância nos dados sírios se dá pela dificuldade de reunir os dados da região noroeste do país, que está ocupada pela oposição ao governo de Bashar Al-Assad.

Governos e organizações internacionais anunciaram que enviarão equipes de resgate e médicos para ajudar a Turquia e a Síria. Líderes e autoridades internacionais lamentaram as perdas causadas pelo desastre natural. O terremoto desta 2ª (6.fev) foi o mais intenso na Turquia desde 1939, quando o país também registrou um abalo sísmico de 7.8 na escala Richter na cidade de Erzincan, ao leste do país. Naquela ocasião, foram cerca de 30.000 pessoas mortas.


0

Publication author

MAJOR 2 461
💀Nosso sorriso para os invejosos funciona como o brilho do sol para um vampiro. Acaba com a vida deles.
Comments: 18Publics: 2488Registration: 14-07-2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *