FARMACÊUTICA É EXECUTADA A TIROS PELO EX-NAMORADO NO RJ

A farmacêutica Yasminny Couto Ribeiro, de 28 anos, foi morta a tiros na noite de ontem no município de Sumidouro, na Região Serrana do Rio. Ela foi atingida no rosto. Dona de uma farmácia no bairro Campinas, na zona rural da cidade, a vítima era muito conhecida e querida na região. Moradores ouvidos pelo EXTRA dizem estar chocados com a brutalidade do fato. Willian Hottz da Silva, de 32 anos, ex-namorado de Yasminny, foi preso em flagrante.

— A princípio, foram quatro tiros. A gente localizou o revólver, e supomos que ele tenha efetuado seis disparos, quatro deles acertaram a vítima. Demonstra crime de ódio, crime passional — conta o delegado Herbert Tavares, que investiga o caso.

Em 2019, Yasminny já tinha registrado ameaças por parte do ex-namorado. Na época, dizia ser ameaçada por Willian. Segundo a informações obtidas pela polícia, recentemente ele havia voltado a ameaçar a farmacêutica.

Recentemente, pessoas próximas à Yasminny afirmam que Willian teria voltado a procurar por ela, em busca de uma reconciliação, que teria sido negada pela farmacêutica. Esse teria sido o motivo para o crime.

Para a polícia, o crime foi premeditado, já que o homem pensou numa rota de fuga. Após matar a farmacêutica, ele tentou fugir por um muro que dá acesso a um clube, do qual seu pai é proprietário. Lá, ele deixou a arma usada no crime e trocou de roupa, antes de fugir novamente. O suspeito foi localizado por policiais civis e militares pouco depois. Segundo a Polícia Civil, ele confessou o crime.

Ainda na noite de ontem, pouco antes de ser assassinada, a farmacêutica chegou a publicar uma foto nas redes sociais, após um treino de hipismo. Na postagem, aparece feliz montada em um cavalo, e diz: “É como voar sem asas”.

Yasminny era dona de uma farmácia na Avenida João Faustino Lopes há seis meses. Antes, ela tinha outra unidade com o pai. No entanto, com a morte de seu pai, em junho de 2021, optou mudar o negócio de lugar.

— Todos estão muito abalados. Na verdade, para muitos, a ficha nem caiu. Ela era muito conhecida e querida por aqui. Ela é nascida e criada na região. Hoje, as pessoas estão bem tristes pelas ruas e alguns preferem nem comentar sobre o que aconteceu — conta uma moradora, que prefere não ser identificada.

Segundo a Polícia Militar, agentes do 30º BPM foram acionados para verificar disparos de arma de fogo. No local, encontraram Yasminny já sem vida. A partir de informações pela equipe policial, o suspeito de envolvimento foi detido e conduzido para a delegacia. A Polícia Civil foi chamada e realizou uma perícia. O caso foi encaminhado para a 111ª DP (Sumidouro).

Em nota, o Conselho Regional de Farmácia do Rio de Janeiro (CRF/RJ) lamentou a morte de Yasminny e pediu que o caso “seja devidamente apurado” e que o autor do “crime inaceitável e bárbaro seja punido”.

Fonte: Extra


0

Publication author

MAJOR 2 461
💀Nosso sorriso para os invejosos funciona como o brilho do sol para um vampiro. Acaba com a vida deles.
Comments: 18Publics: 2488Registration: 14-07-2022

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *